sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Tortura


Tirar dentro do peito a emoção,
A lúcida verdade, o sentimento,
- E ser, depois de vir do coração,
Um punhado de cinza esparso ao vento!…

Sonhar um verso d’alto pensamento,
E puro como um ritmo de oração!
- E ser, depois de vir do coração,
O pó, o nada, o sonho dum momento!…

São assim ocos, rudes, os meus versos:
Rimas perdidas, vendavais dispersos,
Com que eu iludo os outros, com que minto!

Quem me dera encontrar o verso puro,
O verso altivo e forte, estranho e duro,
Que dissesse, a chorar, isto que sinto!!

Florbela Espanca

12 comentários:

guru martins disse...

...não se desespere
porque voce tá
no caminho certo
nosso traçado se roçou
voce deu o ar da sua graça
no balaio
daí vim ver suas rosas
tão cálidas...
que continuarão aquecendo
meu cesto...

tamos juntos
bj

Papagaio Mudo disse...

lindos sonetos da Florbela Espanca...
esse particularmente bonito.

abraços,


Gustavo

KINHA disse...

Olá!
Existem milhares de blogs por aí e considero cada um especial, a sua maneira.O seu tem algo a mais, tem movimento,humor,alegria e descontração.Além disso tem smart posts e belas imagens.Ficarei muito feliz se me seguires pelo GOOGLE FRIEND CONNECT, e eu te seguirei também.Espero sua visita.
http://amigadamoda.blogspot.com

André Bezerra disse...

Florbela é perfeita!

Andréia Santana disse...

Oi Branca... lindo soneto!!!
Quero te convidar a conhecer meu espaço na web, é um blog que fala de tudo um pouco sobre nosso universo feminino. Ficarei muito feliz em receber sua visita.
Bjks

Clara Rocca disse...

Adorei...

Beijos

Me permita disse...

Lindo blog! Gosto muito de Florbela!

Daniely disse...

Que blog mais lindo=]

Gosto de Florbela, muito legal vc postar aqui^^"
p.s: obrigada pela visita

Beijo.

Luiz Guilherme disse...

primeiro de tudo obrigado pelo comentário no meu blog...

segundo de alguma coisa...esta d+ seu txt...gostei muito,pois sentir e só para sentiomentais...ou você acha que algum homem bruto pensa em sentimento?

http://guilg7.blogspot.com/

vlw

arash gitzcam disse...

Oi Branca. O quando as aves choram é só um dos blogs q tenho, reservo aquele estilo todo pra ele, não se assuste. Tenho outros também. Obrigado pela visita e comentário, se quiser tenho utros blogs tb, abração! ciao!

Anderson Dias, Ander, Andermaster disse...

Pasmo!!!

linda poesia, vc tem um talento e tanto. Gostei de verdade.

"Quem me dera encontrar o verso puro,
O verso altivo e forte, estranho e duro,
Que dissesse, a chorar, isto que sinto!!" Isto foi lindo.

Voltarei...e a linkarei em meu blog...se me permitir é claro.

Bjos querida! ;)

Esther cyrraia disse...

Florbela é maravilhosa... e teve uma vida tao loka...

adorei o teu blog, do layoutas coisas que vc posta, vi ótimos autores, e textos...
parabéns!
estou seguindo e desejando sucesso!

xeru