segunda-feira, 31 de maio de 2010

Soprando no Vento






Quantas estradas precisará um homem andar
Antes que possam chamá-lo de um homem?
Sim e quantos mares precisará uma pomba branca sobrevoar
Antes que ela possa dormir na praia?
Sim e quantas vezes precisará balas de canhão voar
Até serem para sempre abandonadas?
A resposta meu amigo está soprando no vento
A resposta está soprando no vento

Quantas vezes precisará um homem olhar para cima
Até poder ver o céu?
Sim e quantos ouvidos precisará um homem ter
Até que ele possa ouvir o povo chorar?
Sim e quantas mortes custará até que ele saiba
Que gente demais já morreu?
A resposta meu amigo está soprando no vento
A resposta está soprando no vento

Quantos anos pode existir uma montanha
Antes que ela seja lavada pelo mar?
Sim e quantos anos podem algumas pessoas existir
Até que sejam permitidas a serem livres?
Sim e quantas vezes pode um homem virar sua cabeça
E fingir que ele simplesmente não ver?
A resposta meu amigo está soprando no vento
A resposta está soprando no vento



b.dylan

8 comentários:

Felicidade Clandestina. disse...

quanto chão ainda iremos pisar , pra aprender mais sobre as coisas que realmente importam ? *-*
Muito lindo o poema

inspirador

beijos flor. ;* parabens pela criação

Padero disse...

bá retribuindo a vistia...
gostei do poema, muito trii!

aaa O "desventuras de tardes perdidas" terá continuação... em breve ^^

tagskie disse...

hi.. just dropping by here... have a nice day! http://kantahanan.blogspot.com/

Pensamentos á toa disse...

Obrigada pela visita.
Ai que legal o efeito do mouse.
Gostei daqui. Beijo.

Debil Mental disse...

Dylan é sensacional!!!!
:D

Jorge Ferreira disse...

Adoro Dylan, belo post.
Deu ate vontade de ouvir a musica
Abraço!
Jorge

suellen nara disse...

estou com saudade das suas palavras, juro que pensei em voce quando escrevi aquele texto.
beijos e volte logo.

Mulherices disse...

Em primeiro lugar, adorei seu poema. Parabéns.

Em segundo lugar, vim porque li seu comentário lá no Mulherices e preciso aplaudi-la. Sim, você tem toda a razão quando diz que estão todos dispostos a concordar - soa-me tão hipócrita a concordância cega com o "rebelde", quanto aceitar e seguir com a corrente.

Adorei seu comentário, seu posicionamento - que pode ser tudo - menos tolo.

Abraços
Lílian Buzzetto, do Mulherices

PS - O texto nem era meu e eu me intromentendo..rs